Conforme previsto no edital "02/2019 - Contratação de serviço por tempo determinado" que trata sobre o levantamento histórico da Aprofurg nos seus 40 anos de história, a banca examinadora composta pelos professores Cristiano Engelke, Marcia Umpierre e Juarez José Rodrigues Fuão entrevistou as três propostas selecionadas para a realização do trabalho.
As avaliações ocorreram na manhã da quinta-feira, dia 19 de dezembro, a partir das 9h30min na sede da Aprofurg - Seção Sindical do ANDES-SN.

A banca selecionou o candidato LEANDRO BRAZ DA COSTA.

Rio Grande, 19 de dezembro de 2019.

 

 

 

 

Em assembleia geral, a categoria discutiu e elegeu os (as) delegado (as) o 39º Congresso do ANDES-SN, que vai ocorrer entre 4 e 8 de fevereiro em São Paulo.

 

Na tarde de hoje, dia 18 de dezembro foi realizada na sede a APROFURG, uma Assembleia Geral dos Docentes da Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS - Campus Rio Grande). A pauta foi a escolha de delegados (as) e observadores (as) para o 39º Congresso do ANDES-SN, que tem como tema "Por liberdades democráticas, autonomia universitária e em defesa da educação pública e gratuita”. A Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo (Adusp – Seção Sindical do ANDES-SN) sediará o evento.

 

Após diversos debates, os professores e as professoras começaram os encaminhamentos sobre a pauta. Em votação, a categoria decidiu levar 8 delegados (as), um observador e o jornalista do sindicato. A representatividade ficou definida assim:

 

DELEGADOS (AS)

Cristiano Engelke

Manoel Luiz (Maneca)

Sabatha Dias

Marcia Umpierre

Eduardo Forneck

Luiza Silva

Gustavo Borba

Lucas Cerqueira

 

OBSERVADOR 

Rafael Missiunas

 

JORNALISTA

Diego Balinhas

 

 

 

 

RETIFICAÇÃO: ALTERAÇÃO DO HORÁRIO DA ASSEMBLEIA GERAL DO DIA 18/12 PARA ÀS 16H

 

A Diretoria da APROFURG - Seção Sindical do ANDES-SN informa a todos sindicalizados e sindicalizadas que como se trata de uma assembleia de pauta única e em razão da confraternização de final de ano, o horário da assembleia geral do dia 18/12 passou das 13h30min para às 16h.

 

Outro ponto levado em consideração foi o deslocamento dos sindicalizados e sindicalizadas dos campi fora da sede.

 

Lembrando que a pauta é a escolha* dos (as) delegados (as) para o 39º Congresso do ANDES-SN em São Paulo, entre 4 e 8 de fevereiro de 2020.

 

* O (A) sindicalizado (a) que tiver interesse em participar e não puder comparecer à assembleia, por favor enviar um e-mail com o seu nome e a justificativa para o endereço Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

A Diretoria da APROFURG - Seção Sindical do ANDES-SN informa os selecionados e o horário das entrevistas no "edital 02/2019 Contratação por Tempo Determinado". Todas as entrevistas serão realizadas na sede da APROFURG (campus carreiros da FURG).

 

Os critérios de seleção foram os projetos, os currículos e o valor apresentado.

 

 

SELECIONADOS:

 


Leandro Braz da Costa - 19 de dezembro, às 9h30min

Marcelo Moraes Studinski - 19 de dezembro, às 10h

Karina Machado Macedo - 19 de dezembro, às 10h30min

 

 



Rio Grande, 17 de dezembro de 2019.

Prof. Cristiano Engelke

Presidente da APROFURG

 

 

A cada interstício de 24 meses, desde que atingida a pontuação mínima nos Relatórios de Atividades Docentes – RAD’s, os professores do magistério superior federal possuem direito à progressão funcional e promoção. Da mesma forma os docentes do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico.

 É comum os docentes encaminharem o pedido administrativo para progredir ou promover na carreira antes da data base.

 Mas também é bastante comum o Professor não encaminhar o requerimento antes da data base.

 Ou, ainda, deixar de pedir 2, 3, 4, ou 5 progressões, ficando estagnado na carreira durante 4, 6, 8 ou até  mesmo 10 anos.

 Em ação judicial promovida pela assessoria jurídica da APROFURG obteve-se êxito no pedido de 05 (CINCO) progressões em atraso.

 No caso, o docente estava na Classe de Adjunto, Nível I há 09 anos.

 Através de pedido administrativo, requereu-se a FURG para que fosse dada a progressão funcional ao servidor da Classe de Adjunto Nível I para a Classe de Associado Nível II, visto que já havia preenchido todos os interstícios para isto, bem como atingido a pontuação durante todo esse tempo.

 Faltou, apenas, o requerimento administrativo.

 A FURG negou o pedido, razão pela qual se ingressou com a demanda judicial.

 Em decisão já transitada em julgado, o Poder Judiciário entendeu que “os efeitos financeiros da ascensão na carreira decorrem da data em que cumprido o interstício temporal e atingidos os requisitos legais, não podendo, uma norma administrativa como uma resolução da Universidade condicionar a progressão ou promoção funcional ao cumprimento de outro requisito, como, no caso em comento, era o requerimento administrativo”.

 Em resumo, uma vez atingido o interstício e a pontuação necessária a progressão/promoção deve ter seus efeitos financeiros retroagidos à data deste preenchimento, mesmo que tenha sido solicitada posteriormente.

 Maiores informações podem ser buscadas nos atendimentos feitos pela Assessoria Jurídica na sede deste sindicato, nas terças e quintas pela manhã.

Notícias Regionais

NOTÍCIAS DO SINDICATO NACIONAL DOS DOCENTES DAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO SUPERIOR